CrossFit ou Treinamento de Modalidades Mistas é um programa de força e condicionamento que possui ênfase em movimentos funcionais, sendo composto por exercícios constantemente variados e de alta intensidade.

A prática do CrossFit utiliza uma mistura de elementos de diferentes modalidades esportivas como exercícios da ginástica, de levantamento de peso olímpico (LPO) e cardiorrespiratórios. A filosofia deste programa de treinamento criado por Greg Glassman no final dos anos 90 visa aperfeiçoar a competência física em dez domínios: resistência, força e flexibilidade muscular, energia, velocidade, coordenação, agilidade, equilíbrio, precisão e resistência cardiovascular e respiratória. Desde então, o esporte conta com um número crescente de praticantes e, atualmente, encontra-se presente em 142 países com mais de 15000 academias afiliadas (crossfitmaps.com).

As sessões de treino do CrossFit são divididas basicamente em três momentos (aquecimento, Skill e WOD). O aquecimento é realizado em intensidade e níveis de complexidade menores, objetivando a preparação para as atividades que virão na subsequência – nesta fase podem ser incorporados exercícios para ganho de  mobilidade articular e a auto liberação miofascial. No segundo momento, denominado skill (técnica/habilidade), são realizadas atividades que trabalham a habilidade do indivíduo necessária ao aprendizado de um novo movimento/exercício e também pode ser composto por séries de exercícios de força. A terceira parte da sessão, considerada o momento principal do treino, é o WOD (“workout of the day”) caracterizado por combinações de diferentes modalidades esportivas.

Os treinos são compostos por uma grande variedade de movimentos que vão desde exercícios aeróbicos, calistênicos (exercícios que envolvem a sustentação do peso do próprio corpo) a atividades que envolvem força e potência muscular. Esses movimentos são realizados em alta intensidade com pouco ou nenhum descanso entre as séries. O WOD pode ter vários formatos, como o maior número de repetições a ser realizado no menor tempo possível ou o maior número de repetições possível durante um período determinado, em inglês “as many repetitions as possible” (AMRAP). Esse treinamento permite que um grupo de indivíduos com diferentes níveis de experiência e habilidade realizem o mesmo treino, respeitando a individualidade de cada um. Para isso, o treinador pode simplificar o movimento ou modificar a sobrecarga do exercício, de forma a permitir que todos participem. Além disso, o treinador pode utilizar como base os Benchmarks, que são WODs ou “treinos padrão” que servem como parâmetro avaliativo individual, possibilitando assim verificar a evolução dos atletas.

A literatura científica investiga os possíveis benefícios e riscos relacionados à prática do CrossFit. Em sua maioria, os estudos buscam os efeitos do esporte em parâmetros relacionados à composição corporal, comportamento psicossocial, fatores fisiológicos e risco de lesões musculoesqueléticas. Os resultados demonstram que a modalidade foi capaz de aumentar VO2 máximo e reduzir os índices de gordura corporal em todos os grupos estudados, independentemente do gênero e nível de aptidão física. Apesar dos múltiplos benefícios da prática do CrossFit, a modalidade tem sido alvo de muitas críticas, especialmente porque acredita-se que o esporte possa gerar um alto número de lesões. Contudo, a literatura apresenta taxas entre 2,1 e 3,3 lesões a cada 1000 horas de treinamento, valores que são compatíveis com modalidades semelhantes como LPO, ginástica e powerlifting e mais baixas do que em outros esportes como futebol, basquetebol, hockey e rugby. As articulações mais lesionadas são o ombro, lombar, joelho e o punho/cotovelo. Dessa forma, a adequada realização da rotina de treinamento depende de competência técnica para adotar a execução correta dos movimentos e da capacidade do sistema musculoesquelético do indivíduo para lidar com alta demanda de geração e dissipação de força.

Tem interesse em iniciar esta prática esportiva? Procure profissionais capacitados e box’s/academias que realizem uma avaliação ou acompanhamento inicial de cada integrante para a prescrição de exercícios individualizada – mesmo no âmbito coletivo.

Por Ana Luiza Rodrigues

Referências

  • CLAUDINO, João Gustavo et al. CrossFit overview: systematic review and meta-analysis. Sports medicine-open, v. 4, n. 1, p. 11, 2018.
  • FEITO, Yuri; BURROWS, Evanette K.; TABB, Loni Philip. A 4-year analysis of the incidence of injuries among CrossFit-trained participants. Orthopaedic journal of sports medicine, v. 6, n. 10, p. 2325967118803100, 2018.
  • GLASSMAN, Greg. Understanding CrossFit. East Valley Crossfit Newsletter.(1), 2010.
Ciclismo e Bike Fit

Ciclismo e Bike Fit

               O ciclismo é uma das ativ...

Entenda a metodologia do CrossFit

Entenda a metodologia do CrossFit

CrossFit ou Treinamento de Modalidades Mistas é um programa de força e condicionamento que possui ênfase em mo...

“Sente-se direito”

“Sente-se direito”

“Sente-se direito” - está na hora de reavaliar esta afirmação

PRICE vs POLICE

PRICE vs POLICE

Entenda os acrônimos que guiam a intervenção dos profissionais de saúde após uma lesão aguda

O tênis perfeito para correr

O tênis perfeito para correr

Qual é o tênis perfeito para correr? 

As 5 lesões mais comuns na corrida

As 5 lesões mais comuns na corrida

A corrida é um dos esportes mais populares do mundo e o número de praticantes cresceu substancialmente nas últ...

Polêmicas relacionadas ao Corona Vírus

Polêmicas relacionadas ao Corona Vírus

A maior arma contra a covid-19 é a informação! A nossa equipe preparou um texto especial para te deixar a par...

O que é o Pilates?

O que é o Pilates?

O Pilates é uma das ferramentas utilizadas pela fisioterapia no processo de reabilitação.

Recomendações sobre o uso de máscara e a prática de atividade física

Recomendações sobre o uso de máscara e a prática de ati...

O uso das máscaras diminui as chances de contágio pelo novo coronavírus e é recomendado pela Organização Mundi...

Você sabe o que é a Quiropraxia?

Você sabe o que é a Quiropraxia?

A quiropraxia é uma técnica que busca avaliar, diagnosticar e tratar desordens de natureza neurológicas, muscu...

Lesões musculares em membros inferiores

Lesões musculares em membros inferiores

Você provavelmente já ouviu falar na famosa lesão de “posterior de coxa”. Pois bem, ela  se enquadra no a...

Dor lombar e Atividade física

Dor lombar e Atividade física

A dor na coluna lombar é definida como dor de origem musculoesquelética que pode estar localizada entre as últ...

Tudo o que você precisa saber sobre o novo coronavírus

Tudo o que você precisa saber sobre o novo coronavírus

  Diante da pandemia do novo coronavírus que atinge o mundo e a disseminação de informações falsas na int...

WHEY PROTEIN

WHEY PROTEIN

Whey Protein é um suplemento de proteína em pó, derivado do soro do leite, com alto valor biológico (biod...

CÂIMBRA: MUITO ALÉM DO POTÁSSIO

CÂIMBRA: MUITO ALÉM DO POTÁSSIO

A câimbra é um sintoma muito conhecido entre os esportistas. Caracterizada por contrações musculares involuntá...

DEVO MUDAR MINHA PISADA?

DEVO MUDAR MINHA PISADA?

Vários atletas quando vem a clínica costumam me questionar sobre a pisada, se devem ou não modifica-la.

CORE, VOCÊ SABE O QUE É?

CORE, VOCÊ SABE O QUE É?

Acho que todo praticante de atividade física já deve ter escutado: “Você precisa contrair o CORE”, “Seu CORE e...

DOR LOMBAR NA CORRIDA

DOR LOMBAR NA CORRIDA

A dor lombar (DL) é a lesão mais comum do aparelho músculo esquelético, tendo a incidência entre 60 a 80% na p...

COMO PREVENIR BOLHAS NOS PÉS!

COMO PREVENIR BOLHAS NOS PÉS!

Atire a primeira pedra o corredor que nunca teve bolhas nos pés! Essas vilãs dos corredores são muitas vezes o...