A dor na coluna lombar é definida como dor de origem musculoesquelética que pode estar localizada entre as últimas costelas até a parte inferior dos glúteos podendo, às vezes, ser referida para a parte posterior da perna, até o joelho(1).

É uma condição de saúde muito comum na população do mundo inteiro e, se não tratada de maneira eficaz, pode ocasionar incapacidade funcional no indivíduo, ou seja, pode atrapalhar nas tarefas diárias (2). Estimase que cerca de 80% da população adulta vai passar por episódio de dor lombar aguda em algum momento da vida (3).


A dor lombar pode ser dividida em aguda e crônica, sendo classificada de acordo com as suas características e o tempo. A dor lombar aguda é considerada no período até 6 semanas e dor lombar crônica, ou seja, que perdura por mais tempo, pode ser considerada se estiver presente por mais de 12 semanas. Além disso, é importante considerar que a dor lombar é uma condição característica recorrente, ou seja, é muito comum o paciente apresentar vários episódios de dor ao longo da vida (1).


A maioria dos casos de dor na coluna lombar possuem um bom prognóstico, ou seja, não são graves e respondem muito bem ao tratamento conservador (fisioterápico), mesmo quando o indivíduo apresenta dor de origem discal (hérnia de disco). Portanto, na maioria das vezes, o Fisioterapeuta pode ser o profissional de primeiro contato, que vai realizar uma Avaliação detalhada do paciente, identificar quais são as causas da dor e guiar o melhor tratamento (4).


Nem sempre a dor na coluna lombar indica um problema na estrutura da coluna ou dos discos intervertebrais por exemplo. O que devemos pensar é que essa é uma condição multifatorial, ou seja, possui diversas causas que interagem entre si, desde fatores musculoesqueléticos (relacionados à desequilíbrios musculares e/ou posturas mantidas por longos períodos por exemplo), fatores psicossociais (como depressão, estresse e ansiedade) e também fatores do ambiente (como colchões, cadeiras e bancos inadequados) (5). É importante lembrar que dificilmente a causa da dor lombar é única, ou seja, na maioria das vezes possui vários fatores que interferem.


É comum se pensar que o melhor tratamento para dor de coluna é evitar atividade física e ficar em repouso, porém, sabemos hoje que atividade física é a arma principal no combate à dor lombar. Os exercícios ativos como Pilates, exercícios de controle motor e exercícios gerais são realizados desde o tratamento, muitas vezes até na dor aguda, até o período após a alta, como forma de prevenção (60). Ou seja, em pacientes que sofrem com a dor lombar, a atividade física orientada deve estar sempre presente!


Atividades como caminhada e corrida, comumente considerados prejudiciais para a coluna pelo senso comum da população em geral, na verdade pode contribuir, se realizada da maneira adequada, para hidratação dos discos intervertebrais por exemplo (7), sendo uma atividade considerada segura e importante a ser realizada por indivíduos que apresentam a dor lombar. É importante lembrar que o tipo de atividade e a quantidade de atividade deve ser orientada por profissionais capacitados (Fisioterapeutas e Profissionais de educação física). Procure ajuda profissional e realize a sua Avaliação!

Por Arthur Tavares

 

REFERÊNCIAS


1. ENIX, Dennis & Cho, Charles & Sembrano, Jonathan & Easa, John & Annaswamy, Thiru & Meagher, Richard & Cassidy, R. & O’Toole, John & Matz, Paul & Asgari, Morteza & Reitman, Charles & Robbins, Daniel & Stout, Alison & Tauzell, Ryan & Baisden, Jamie & Bess, Shay & Cheng, David & Provenzano, David & Vorobeychik, Yakov & Gulur, Padma. (2020). Evidence-Based Clinical Guidelines for Multidisciplinary Spine Care: Diagnosis & Treatment of Low Back Pain.

2. LEMEUNIER, Nadège, Charlotte Leboeuf-Yde, and Olivier Gagey. "The natural course of low back pain: a systematic critical literature review." Chiropractic & manual therapies 20.1 (2012): 33.

3. VOS, Theo, et al. "Years lived with disability (YLDs) for 1160 sequelae of 289 diseases and injuries 1990–2010: a systematic analysis for the Global Burden of Disease Study 2010." The lancet 380.9859 (2012): 2163-2196.

4. WANG, X., Wanyan, P., Tian, J. H., & Hu, L. (2015). Meta-analysis of randomized trials comparing fusion surgery to non-surgical treatment for discogenic chronic low back pain. Journal of Back and Musculoskeletal Rehabilitation, 28(4), 621–627.

5. LINTON, S. J. Occupational psychological factors increase the risk for back pain: a systematic review. Journal of Occupational Rehabilitation, v. 11, n. 1, p. 53-66, Mar 2001.

6. THIESE, M. S. et al. The Predictive Relationship of Physical Activity on the Incidence of Low Back Pain in an Occupational Cohort. Journal of Occupational and Environmental Medicine, v. 53, n. 4, p. 364-371, Apr 2011.

7. BELAVÝ, D. L., Quittner, M. J., Ridgers, N., Ling, Y., Connell, D., & Rantalainen, T. (2017). Running exercise strengthens the intervertebral disc. Scientific Reports, 7(1)

Ciclismo e Bike Fit

Ciclismo e Bike Fit

               O ciclismo é uma das ativ...

Entenda a metodologia do CrossFit

Entenda a metodologia do CrossFit

CrossFit ou Treinamento de Modalidades Mistas é um programa de força e condicionamento que possui ênfase em mo...

“Sente-se direito”

“Sente-se direito”

“Sente-se direito” - está na hora de reavaliar esta afirmação

PRICE vs POLICE

PRICE vs POLICE

Entenda os acrônimos que guiam a intervenção dos profissionais de saúde após uma lesão aguda

O tênis perfeito para correr

O tênis perfeito para correr

Qual é o tênis perfeito para correr? 

As 5 lesões mais comuns na corrida

As 5 lesões mais comuns na corrida

A corrida é um dos esportes mais populares do mundo e o número de praticantes cresceu substancialmente nas últ...

Polêmicas relacionadas ao Corona Vírus

Polêmicas relacionadas ao Corona Vírus

A maior arma contra a covid-19 é a informação! A nossa equipe preparou um texto especial para te deixar a par...

O que é o Pilates?

O que é o Pilates?

O Pilates é uma das ferramentas utilizadas pela fisioterapia no processo de reabilitação.

Recomendações sobre o uso de máscara e a prática de atividade física

Recomendações sobre o uso de máscara e a prática de ati...

O uso das máscaras diminui as chances de contágio pelo novo coronavírus e é recomendado pela Organização Mundi...

Você sabe o que é a Quiropraxia?

Você sabe o que é a Quiropraxia?

A quiropraxia é uma técnica que busca avaliar, diagnosticar e tratar desordens de natureza neurológicas, muscu...

Lesões musculares em membros inferiores

Lesões musculares em membros inferiores

Você provavelmente já ouviu falar na famosa lesão de “posterior de coxa”. Pois bem, ela  se enquadra no a...

Dor lombar e Atividade física

Dor lombar e Atividade física

A dor na coluna lombar é definida como dor de origem musculoesquelética que pode estar localizada entre as últ...

Tudo o que você precisa saber sobre o novo coronavírus

Tudo o que você precisa saber sobre o novo coronavírus

  Diante da pandemia do novo coronavírus que atinge o mundo e a disseminação de informações falsas na int...

WHEY PROTEIN

WHEY PROTEIN

Whey Protein é um suplemento de proteína em pó, derivado do soro do leite, com alto valor biológico (biod...

CÂIMBRA: MUITO ALÉM DO POTÁSSIO

CÂIMBRA: MUITO ALÉM DO POTÁSSIO

A câimbra é um sintoma muito conhecido entre os esportistas. Caracterizada por contrações musculares involuntá...

DEVO MUDAR MINHA PISADA?

DEVO MUDAR MINHA PISADA?

Vários atletas quando vem a clínica costumam me questionar sobre a pisada, se devem ou não modifica-la.

CORE, VOCÊ SABE O QUE É?

CORE, VOCÊ SABE O QUE É?

Acho que todo praticante de atividade física já deve ter escutado: “Você precisa contrair o CORE”, “Seu CORE e...

DOR LOMBAR NA CORRIDA

DOR LOMBAR NA CORRIDA

A dor lombar (DL) é a lesão mais comum do aparelho músculo esquelético, tendo a incidência entre 60 a 80% na p...

COMO PREVENIR BOLHAS NOS PÉS!

COMO PREVENIR BOLHAS NOS PÉS!

Atire a primeira pedra o corredor que nunca teve bolhas nos pés! Essas vilãs dos corredores são muitas vezes o...