O ciclismo é uma das atividades que mais cresce em números de usuários no mundo inteiro, tendo como principais objetivos o lazer, transporte, prática esportiva e o treinamento físico.

Atualmente, no Brasil, essa atividade se encontra em crescimento exponencial, com o mercado de bikes ficando sobrecarregado devido ao grande número de novos adeptos ao esporte.

               Atualmente existem diversas modalidades diferentes dentro do ciclismo, que se diferenciam de acordo com as características e modelos da bicicleta, características de percurso e terreno e também das provas. Dentre as modalidades mais praticas atualmente, o ciclismo de estrada (speed) e o Mountain Bike (MTB) são os que mais crescem em número de novos adeptos.

Assim como a maioria das atividades esportivas, o ciclismo possui uma incidência de lesões considerável. Essas lesões podem ser divididas em traumáticas, relacionadas à lesões agudas causadas por acidentes (fraturas, luxações e escoriações por exemplo) ou atraumáticas, relacionadas principalmente à sobrecargas do sistema musculoesquelético, movimentos repetitivos e postura sustentada na bike (tendinopatias, dor lombar e cervical por exemplo).

               No contexto das lesões atraumáticas é importante a identificação dos fatores causais relacionados, para que ocorra uma reabilitação e prevenção efetivas. Portanto, alguns fatores importantes devem ser levados em consideração, tais como as características físicas do ciclista, ou seja, capacidades de força, mobilidade, flexibilidade, resistência, entre outras; características de ajuste da bicicleta, tais como posicionamento do selim, guidão e tacos das sapatilhas, tamanho do pedivela, formato do selim, tamanho do quadro, entre outras. Além disso, características de treinamento, como intensidade, duração, volume e frequência.

               Diante disso, o Bike Fit se tornou uma avaliação essencial para tomada de decisão no contexto das medidas preventivas no ciclismo. Consiste no processo de avaliação do complexo bicicleta-ciclista, que tem por objetivo a adequação da bicicleta, por meio de ajustes de seus componentes, ao ciclista, respeitando as suas características físicas. Durante este processo, em um primeiro momento, o avaliador realiza uma entrevista com o ciclista e o questiona a respeito do histórico de lesões, características de treinamento, presença de dor, entre outros fatores. Depois disso o ciclista passa por uma avaliação de suas capacidades físicas, tais como mobilidade, força, estabilidade. Posteriormente é ajustado o posicionamento dos tacos da sapatilha, a fim de garantir uma avaliação mais fidedigna. Por fim, já em cima da bicicleta, acontece a análise biomecânica 2D ou 3D por vídeo, do movimento de pedalada. Dessa forma o avaliador consegue perceber a postura e as angulações das articulações do ciclista e quais ajustes são necessários e também quais capacidades físicas o ciclista precisa melhorar.

               É muito importante que este processo seja realizado por um profissional formado, capacitado, e que tenha conhecimento sobre avaliação do movimento humano. O Bike Fit pode ser realizado antes da aquisição da bicicleta, por meio de um simulador ou bikes-modelo, para identificação do tamanho adequado do quadro, e também sempre que houver alguma mudança de componentes da bike, ou mudanças das características físicas e de treino do ciclista.

Por fim, o Bike Fit vem ganhando cada vez mais espaço no mercado e tem sido considerado por muitos especialistas e pesquisadores do ramo, avaliação “chave” no processo de prevenção e reabilitação de lesões no ciclismo, fornecendo ao ciclista mais conforto durante a pedalada e, consequentemente, maior desempenho.

Por Arthur Tavares

Referências

1. Dettori NJ, Norvell DC. Non-traumatic bicycle injuries: a review of the literature. Sports Med. 2006;36(1):7-18. doi: 10.2165/00007256-200636010-00002. PMID: 16445308.

2. Union Cycliste Internationale [internet]. Aigle: UCI; 2015 Disponível em: http://www.uci.chi. http://www.uci.ch/.

3. BRANCO, G. R. Fisioterapia Esportiva em Ciclismo: uma proposta de abordagem preventiva. In: Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva. (Org.). PROFISIO Programa de Atualização em Fisioterapia Esportiva e Traumato-Ortopédica: Ciclo 4. 1ed.Porto Alegre: Artmed Panamericana, 2015, v. 4, p. 9-43.

4. Jose Ignacio Priego Quesada, Pedro Pérez-Soriano, Angel Gabriel Lucas-Cuevas, Rosario Salvador Palmer e Rosa Mª Cibrián Ortiz de Anda (2017) Efeito do ajuste da bicicleta na percepção de

conforto, fadiga e dor, Journal of Sports Sciences, 35 : 14, 1459-1465.

Uma breve introdução sobre o esporte paralímpico

Uma breve introdução sobre o esporte paralímpico

Todos sabemos que os jogos paralímpicos acontecem após os Jogos Olímpicos e acabam impressionando o público pe...

Ciclismo e Bike Fit

Ciclismo e Bike Fit

               O ciclismo é uma das ativ...

Entenda a metodologia do CrossFit

Entenda a metodologia do CrossFit

CrossFit ou Treinamento de Modalidades Mistas é um programa de força e condicionamento que possui ênfase em mo...

“Sente-se direito”

“Sente-se direito”

“Sente-se direito” - está na hora de reavaliar esta afirmação

PRICE vs POLICE

PRICE vs POLICE

Entenda os acrônimos que guiam a intervenção dos profissionais de saúde após uma lesão aguda

As 5 lesões mais comuns na corrida

As 5 lesões mais comuns na corrida

A corrida é um dos esportes mais populares do mundo e o número de praticantes cresceu substancialmente nas últ...

Polêmicas relacionadas ao Corona Vírus

Polêmicas relacionadas ao Corona Vírus

A maior arma contra a covid-19 é a informação! A nossa equipe preparou um texto especial para te deixar a par...

O que é o Pilates?

O que é o Pilates?

O Pilates é uma das ferramentas utilizadas pela fisioterapia no processo de reabilitação.

Recomendações sobre o uso de máscara e a prática de atividade física

Recomendações sobre o uso de máscara e a prática de ati...

O uso das máscaras diminui as chances de contágio pelo novo coronavírus e é recomendado pela Organização Mundi...

Você sabe o que é a Quiropraxia?

Você sabe o que é a Quiropraxia?

A quiropraxia é uma técnica que busca avaliar, diagnosticar e tratar desordens de natureza neurológicas, muscu...

Lesões musculares em membros inferiores

Lesões musculares em membros inferiores

Você provavelmente já ouviu falar na famosa lesão de “posterior de coxa”. Pois bem, ela  se enquadra no a...

Dor lombar e Atividade física

Dor lombar e Atividade física

A dor na coluna lombar é definida como dor de origem musculoesquelética que pode estar localizada entre as últ...

Tudo o que você precisa saber sobre o novo coronavírus

Tudo o que você precisa saber sobre o novo coronavírus

  Diante da pandemia do novo coronavírus que atinge o mundo e a disseminação de informações falsas na int...

WHEY PROTEIN

WHEY PROTEIN

Whey Protein é um suplemento de proteína em pó, derivado do soro do leite, com alto valor biológico (biod...

CÂIMBRA: MUITO ALÉM DO POTÁSSIO

CÂIMBRA: MUITO ALÉM DO POTÁSSIO

A câimbra é um sintoma muito conhecido entre os esportistas. Caracterizada por contrações musculares involuntá...

DEVO MUDAR MINHA PISADA?

DEVO MUDAR MINHA PISADA?

Vários atletas quando vem a clínica costumam me questionar sobre a pisada, se devem ou não modifica-la.

CORE, VOCÊ SABE O QUE É?

CORE, VOCÊ SABE O QUE É?

Acho que todo praticante de atividade física já deve ter escutado: “Você precisa contrair o CORE”, “Seu CORE e...

DOR LOMBAR NA CORRIDA

DOR LOMBAR NA CORRIDA

A dor lombar (DL) é a lesão mais comum do aparelho músculo esquelético, tendo a incidência entre 60 a 80% na p...

COMO PREVENIR BOLHAS NOS PÉS!

COMO PREVENIR BOLHAS NOS PÉS!

Atire a primeira pedra o corredor que nunca teve bolhas nos pés! Essas vilãs dos corredores são muitas vezes o...