A dor lombar (DL) é a lesão mais comum do aparelho músculo esquelético, tendo a incidência entre 60 a 80% na população mundial.

Os fatores que predispõem o indivíduo a DL são os mais variados porém sabe-se que atividades ocupacionais que demandem movimentos repetitivos de rotação de troco ou mesmo flexão são um dos principais fatores relacionados a lesão, a inatividade física, sobrepeso ou falta de alinhamento biomecânico da coluna também são citados como fatores responsáveis.

Entre os corredores a dor lombar é mais comum do que se imagina, calcula-se que 10% de todas as lesões músculo esqueléticas estejam relacionadas a dor lombar. Porém a característica desta lesão entre os corredores tem uma peculiaridade, ela possui características de dor crônica e não aguda como na maioria da população, em geral os corredores convivem com este desconforto por mais tempo, tendo uma evolução lenta do quadro, até o momento em que não conseguem mais lidar com a dor.  Os atletas que treinam para provas de média (até 21Km) e longa distância (até 42Km) estão mais susceptíveis a esta lesão, decorrente do aumento significante do número de rotações que o tronco executa sobre o eixo do quadril.

Uma biomecânica equivocada também é fator causal. Durante a corrida o atleta precisa de aproximadamente 30° de flexão de tronco para reduzir a força de reação do solo que vem dissipadas através dos ossos da perna, evitando assim a sobrecarga das musculaturas lombares, a diminuição ou o aumento desta angulação pode ser fator importante para o aparecimento da dor lombar. Por isso um gesto esportivo correto tem ligação direta com a prevenção de lesões.

Alguns estudos conseguiram associar a dor lombar com o tipo de contato inicial que o atleta fazia no solo, eles dividiram o contato inicial de três maneiras: Retropé (calcanhar), Médiopé e Antepé.

A pesquisa consistia em um questionários de conforto na corrida e de dor lombar, eles conseguiram correlacionar que os sujeitos que faziam o contato inicial com antepé tinham maior conforto na corrida com menor histórico de dor lombar entre os atletas.

Isto não quer dizer que todos tenham que começar a correr de antepé a partir de agora, algumas pessoas já possuem a tendência de corrida com a parte anterior do pé outras não, são vários fatores que determinam isso, para se descobrir esta característica é necessária uma análise de marcha detalhada com o seu fisioterapeuta.

Referência:

DELGADO T. L. ET AL; Effects of foot strike on low back posture, shock atenuation, and confort in running.; MEDICINE & SCIENCE IN SPORTS & EXERCISE, 2013.
WOOLF S.K. ET AL; Low back pain in running-based sports.; Southern Medical Journal; V 97, N 9, Set.

Ciclismo e Bike Fit

Ciclismo e Bike Fit

               O ciclismo é uma das ativ...

Entenda a metodologia do CrossFit

Entenda a metodologia do CrossFit

CrossFit ou Treinamento de Modalidades Mistas é um programa de força e condicionamento que possui ênfase em mo...

“Sente-se direito”

“Sente-se direito”

“Sente-se direito” - está na hora de reavaliar esta afirmação

PRICE vs POLICE

PRICE vs POLICE

Entenda os acrônimos que guiam a intervenção dos profissionais de saúde após uma lesão aguda

O tênis perfeito para correr

O tênis perfeito para correr

Qual é o tênis perfeito para correr? 

As 5 lesões mais comuns na corrida

As 5 lesões mais comuns na corrida

A corrida é um dos esportes mais populares do mundo e o número de praticantes cresceu substancialmente nas últ...

Polêmicas relacionadas ao Corona Vírus

Polêmicas relacionadas ao Corona Vírus

A maior arma contra a covid-19 é a informação! A nossa equipe preparou um texto especial para te deixar a par...

O que é o Pilates?

O que é o Pilates?

O Pilates é uma das ferramentas utilizadas pela fisioterapia no processo de reabilitação.

Recomendações sobre o uso de máscara e a prática de atividade física

Recomendações sobre o uso de máscara e a prática de ati...

O uso das máscaras diminui as chances de contágio pelo novo coronavírus e é recomendado pela Organização Mundi...

Você sabe o que é a Quiropraxia?

Você sabe o que é a Quiropraxia?

A quiropraxia é uma técnica que busca avaliar, diagnosticar e tratar desordens de natureza neurológicas, muscu...

Lesões musculares em membros inferiores

Lesões musculares em membros inferiores

Você provavelmente já ouviu falar na famosa lesão de “posterior de coxa”. Pois bem, ela  se enquadra no a...

Dor lombar e Atividade física

Dor lombar e Atividade física

A dor na coluna lombar é definida como dor de origem musculoesquelética que pode estar localizada entre as últ...

Tudo o que você precisa saber sobre o novo coronavírus

Tudo o que você precisa saber sobre o novo coronavírus

  Diante da pandemia do novo coronavírus que atinge o mundo e a disseminação de informações falsas na int...

WHEY PROTEIN

WHEY PROTEIN

Whey Protein é um suplemento de proteína em pó, derivado do soro do leite, com alto valor biológico (biod...

CÂIMBRA: MUITO ALÉM DO POTÁSSIO

CÂIMBRA: MUITO ALÉM DO POTÁSSIO

A câimbra é um sintoma muito conhecido entre os esportistas. Caracterizada por contrações musculares involuntá...

DEVO MUDAR MINHA PISADA?

DEVO MUDAR MINHA PISADA?

Vários atletas quando vem a clínica costumam me questionar sobre a pisada, se devem ou não modifica-la.

CORE, VOCÊ SABE O QUE É?

CORE, VOCÊ SABE O QUE É?

Acho que todo praticante de atividade física já deve ter escutado: “Você precisa contrair o CORE”, “Seu CORE e...

DOR LOMBAR NA CORRIDA

DOR LOMBAR NA CORRIDA

A dor lombar (DL) é a lesão mais comum do aparelho músculo esquelético, tendo a incidência entre 60 a 80% na p...

COMO PREVENIR BOLHAS NOS PÉS!

COMO PREVENIR BOLHAS NOS PÉS!

Atire a primeira pedra o corredor que nunca teve bolhas nos pés! Essas vilãs dos corredores são muitas vezes o...